Mural realiza primeira formação do ano na Casa 1

No terceiro sábado do ano (20), a Agência Mural realizou o primeiro encontro de formação com a presença de mais de 40 muralistas com oficinas e reflexões do trabalho realizado nestes sete anos de existência da Mural.

Para Jéssica Moreira, correspondente de Perus, foi muito importante a realização desse encontro. “Nos conectou na essência do que é a Mural, na nossa grande missão de fazer o que ninguém faz”, afirma.

A formação aconteceu na Casa 1 – Centro de Cultura e Acolhimento de LGBTs, que cedeu o espaço para a equipe Mural. Durante o dia foram realizadas oficinas de vídeo, fotografia, texto, rádio, mídias sociais, Design Think, jornalismo de dados e modelo de negócios.  O encontro contou com a participação especial de Leandro Machado, que já foi correspondente de Ferraz de Vasconcelos na  Mural e atualmente é repórter da BBC Brasil, que deu dicas sobre produção de texto para os muralistas. Outro convidado foi Iran Giusti, fundador da Casa 1, que falou sobre o trabalho que desenvolve no espaço e fez um bate-papo sobre Gênero e Sexualidade.

“Receber a Agência Mural foi muito importante para nós, pois entendemos o trabalho do coletivo como fundamental para comunicação nos dias de hoje. Temos um espaço que acolhe pessoas de todos os cantos da cidade, sendo importante a gente apoiar e estimular quem produz comunicação para esses e desses espaços”, afirma Iran.

A organizadora do encontro, Karol Coelho, correspondente do Campo Limpo e editora da Agência Mural, diz que é importante realizar e construir juntos mais momentos como o que aconteceu neste sábado. Ela conta que desde o começo há encontros mensais e, a cada reunião a energia quanto grupo é renovada.

“Esse primeiro encontro de 2018 foi especial porque, mais do que discutir pautas, que é o que sempre fazemos, nós estudamos conteúdos mais técnicos de jornalismo e comunicação, além de iniciarmos reflexões importantes sobre tudo o que fazemos. Queremos aprofundar cada vez mais nessas discussões, com todos que fazem a Agência persistir com sua existência”, explica Karol.

Ao falar sobre a importância do trabalho realizado pela Agencia, Iran explica que a Casa 1 é um centro cultural aberto e criado com o intuito de estimular e apoiar projetos das mais diversas frentes.

“Se dependermos única e exclusivamente do conteúdo produzido pelos grandes veículos de massa pouco teremos de repertório para tratar de questões inerentes das pessoas que recebemos”, completa.

Mural2018

Leave a Reply